• OP 2017screenshot-www.cm-odivelas.pt-2017-05-19-11-14-09.png
  • Último Domingo de cada mêsfeira_de_artesanato_2010.jpg
  • BANNER2.jpg
  • Recolha de Monosbanner-recolha-de-monos.png
  • Recolha de Dejectos Caninosbanner-recolha-de-dejetos.png
  • Licença de CanídeosLICENCIAMENTO-DE-CANIDEOS_informa-o-2016.jpg
  • screenshot-www-cm-odivelas-pt-2016-03-17-17-13-07.png

Contador de Visitas

A Freguesia

Heráldica

PÓVOA DE SANTO ADRIÃO

 

 

Brasão

Escudo de prata, postos em faixa uma roda dentada de azul e um favo de mel de seis alvéolos, de ouro, perfilados de negro, postos 1, 2, 1, 2 e pendente do primeiro um fio de prumo de negro; em chefe, escudete de vermelho, com martelo de ferreiro posto em faixa e quatro quadrifólios, tudo de ouro; em ponta, oliveira arrancada de verde, frutada de negro. Coroa mural de quatro torres de prata. Listel branco, com a legenda a negro, em maiúsculas: “PÓVOA DE SANTO ADRIÃO”.

As Quatro Torres que encimam o escudo substituíram a Coroa Mural, devido ao facto da Póvoa ter sido elevada a Vila da Póvoa de Santo Adrião.

Escudete com as armas do Patrono

1 - Representação das Armas do Patrono da Freguesia: Santo Adrião, mártir morto nos princípios do século IV.

Um dos seus atributos pessoais, o qual figura no escudete existente por cima da chave da entrada principal da Igreja, consiste num Maço, pretenso instrumento de martírio e, segundo o qual, para alguns autores, é Patrono dos forjadores em determinados lugares. Em linguagem heráldica não se atribui significado especial às quatro pétalas de recorte irregular, que figuram por baixo do Maço.

Oliveira

2 - A Oliveira, frutada a negro e arrancada de raíz, símbolo da tradição da extinta zona agrária que na freguesia foi importante, mas que o tempo se encarregou de afastar da paisagem, em detrimento de valores relacionados com o desenvolvimento.

A Roda Dentada

3 - A Roda Dentada simboliza a Indústria, que se encontra desenvolvida nesta freguesia, se levarmos em conta o número de fábricas que aqui proliferam e as diversas industrias que as mesmas contemplam.

Favo com Fio-de-Prumo

4 - Analogia entre os Favos da Colmeia de Abelhas e o crescimento urbano. A razão da escolha é por demais evidente, pois a abelha, tal como o homem, vive em comunidades produtivas e constrói o seu próprio habitat. O fio de prumo simboliza o desenvolvimento da “construção da colmeia humana”, levada a cabo pela mão do homem.

 

Bandeira

Esquartelada de amarelo e verde. Cordão e borlas de ouro e verde. Haste lança de ouro.

 

Selo branco

Circular, com as peças do escudo sem a indicação de cores e metais, tudo envolvido por dois círculos concêntricos, onde corre a legenda: “Junta de Freguesia da Póvoa de Santo Adrião – Odivelas”.

 

OLIVAL BASTO

 

Orago - Nossa Senhora de Fátima

Ordenação heráldica do brasão e bandeira Publicada no Diário da República, III Série de 20/02/1998

Armas - Escudo de ouro, três oliveiras arrancadas de verde, frutadas do campo; em abismo, buzina de vermelho encordoada de negro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com a legenda a negro: “ OLIVAL BASTO “.

Autoria do brasão e bandeira Álvaro D'Albergaria

 

Simbologia

As oliveiras - Clara alusão ao nome da freguesia e aos olivais que enriquecem a região. A buzina - Lembra a antiga estação da Mala Posta, localizada na freguesia.

Bandeira - Esquartelada de verde e amarelo, cordões e borlas de ouro e verde. Haste e lança de ouro.

  • prtcivil.jpg
  • banner-CMO.png
  • logo_psp1.jpg
  • banner-hospital.gif
  • BANNER_03.jpg
  • BANNER-malaposta.png
  • banner-farm-cias-de-servi-o.png
  • banner-EDP.png
  • banner-CTT.png
  • Mapa do Cidadãomapa-cidad-o.jpg
  • APAVAPAV.png
  • Portal das Freguesias - Links Úteisscreenshot-www.freguesias.pt-2016-12-13-10-07-52.png